sexta-feira, 13 de julho de 2012

Salamanca, julho de 2012

Nos dias 9 e 10 de julho, estive em Salamanca para concluir alguns pormenores em falta na pesquisa do doutoramento. O objetivo era realizar uma última entrevista com os funcionários do Gabinete de Comunicação e Imagem da Universidade de Salamanca, recolher as estatísticas mais recentes de caracterização dos visitantes da cidade e, como eu gosto de dizer, cheirar os ares da cidade!
A cidade continua belíssima, como sempre, e para comprovar a minha opinião, aqui ficam algumas imagens de "la Dorada".




Foto 1. Calle Rúa Mayor


A Calle Rúa Mayor, que liga uma das saídas da Plaza Mayor à Catedral Nova de Salamanca, é uma mais ruas mais movimentadas e turísticas da cidade. Está repleta de lojas de regalos e tem algumas das esplanadas com os preços mais elevados. Em todo o caso, vale a pena experimentar. A comida é ótima!


Foto 2. Primeiro prato de um menu típico de Salamanca


Os deliciosos enchidos de Salamanca, aqui numa esplanada da Calle Libreros. Pena que o presunto fosse serrano e não ibérico...


Fotos 3 e 4. Regalos de Salamanca



Os famosos polos e t-shirts da Universidade de Salamanca, as tão conhecidas rãs, símbolo da Universidade, e os ímanes dos principais monumentos da cidade.


Fotos 5 e 6. Fachada da Universidade



A famosa fachada da Universidade, onde os turistas tentam encontrar a rã esculpida em cima de uma caveira. Essa tarefa está agora facilitada pela existência de um elevador que, colocado para a realização das obras de conversação da fachada, serve também para contemplação turística, a troco de 6€.


Foto 7. Vista do hotel para a cidade velha


E, para finalizar, as vistas - elemento central de qualquer experiência turística - do meu quarto de hotel para a cidade antiga. Ao fundo, as Catedrais Nova e Velha.